segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Adeus Ano Velho...

...Felicíssimo Ano Novo!!!!!


Eu tô tentando postar já tem uns três dias, mas o bendito do blogspot resolveu não cooperar, então, como minha ceia de Ano Novo já está pronta, tô eu aqui, no úrrrtimo dia do ano, postando!!!

Certamente, eu terei um Reveillon muito tranquilo, vou pra casa de mami, já que meu amado esposo vai trabalhar exatamente na virada do ano (alguém merece????? Acho que só eu...) e minha mãe não é o tipo de pessoa mais festeira que eu conheço. Tipo, dá meia-noite e ela quer dormir... Daí pra pior...

Mas estou animada com esse novo ano. Mesmo porque já começo tendo que procurar emprego, meu contrato vence hoje e não teremos renovação... Então, já tenho uma novidade para 2008. Estou desempregada!!

Esse ano também eu espero, do fundo do meu coração, sair do aluguel. De tanto procurar, procurar, comprar, desistir e procurar mais um pouco, meu marido e eu chegamos a conclusão de que queremos morar no mato! Sim, queremos um sítio!!! Onde eu possa criar minhas jaguatiricas sem ninguém enchendo meu saco!!! Agora meu sonho é ter um galinheiro, mas não com qualquer galinha, vi umas galinhas top de linha, elas são "penudonas", tem topetinho e tudo mais. Garanto que cada galinha minha terá nome e sobrenome...

E, por fim, preciso voltar a malhar, porque meu metabolismo resolveu viver de migalhas e eu tô emagrecendo devagar... É só acabar meu curso que eu volto pra academia...

E, por fim parte 2, eu estou com um desejo estranhíssimo: Ter um bebê!

É a primeira vez que eu sinto essa vontade, desde que conheci meu marido. Claro que pensamos em ter filhos, mas pra mim isso era um futuro distante, mas muuuuuito distante mesmo. Agora me deu essa vontade inexplicavelmente!!! Meu marido adorou, por ele eu teria tido um bebê antes de operar, mas sempre achei cedo. E na verdade ainda é cedo, só tenho um ano de casada, e ainda tem a cirurgia, o médico pediu pra eu esperar 1 ano, mas disse que com 6 meses já dá pra arriscar, mas dá medo, né??? Enfim, quem sabe no meio de 2008 pinta um baby na área??? Veremos...

Bom, essas não são promessas, mesmo porque a gente nunca acaba cumprindo, são mais expectativas de um ano que se inicia e que sempre pode ser melhor do que o que já passou!!!!

Um Feliz Ano Novo com muuuuuitas expectativas de melhoras para todas!!!!
E, como eu não aguento ficar sem me gabar (hohoho), eu fiz um Antes e Durante:
*(clica na foto que ela aparece beeeem grandona...)*



sábado, 22 de dezembro de 2007

Gente...



Brigadão pela força pelo sumiço da minha pequena, é com muita tristeza que eu digo que ela não apareceu e acredito que não aparecerá mais... Amanhã já fazem 10 dias que ela fugiu... Só espero que alguém melhor que eu (pelo menos com mais atenção) tenha encontrado e esteja cuidando dela...

Eu estou bem, no dia 18 fui ao médico e ele pediu uns exames de praxe e disse que, dependendo do resultado, vai me receitar uma dose de injeção da vitamina B12... Que dizem doer horrores, mas lá vamos nós!!!
E por falar em doer horrores, eu criei coragem e coloquei um piercing no nariz!!! Ui!!! Como doeu!!!! Mas ficou lindo...
Também passei radicalmente a tesoura no cabelão... Tá caindo muuuuuuuito e curto, dá impressão de que cai menos... Eu acho, pelo menos o volume de cabelo pela casa é menor...

Já perdi, sumi, mandei pro espaço e não quero o endereço, 28 quilos e meio!!!!! Quase 30 quilos em três meses!!! Agora já não passo mais tão mal, só quando quero comer correndo, ou insisto em bater um papo durante a refeição... Mas estou me adaptando!!!

Gente, quero agradecer de coração a preocupação e participação de cada uma de vcs nessa fase da minha vida!!! Tem sido ótimo conhecer pessoas tão especiais!!! Desejo que o Natal de vcs seja maravilhoso!! E que Deus continue abençoando vcs grandemente!!!

Fotos!!!!


Essa foi do dia 09/12 em que completei 1 ano de casada!!! Meu "mor" me levou pra almoçar num restaurante chiquérrimo... E eu nem pude comer horrores!!! Hahahahaha...
Lá no cantinho, dá pra ver a gaiola da Cacá...





Meu piercing!!! Tinha acabado de colocar, tá até vermelhinho...
Um enorme beeeijo pra vcs!!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Catarina Fugiu!!!!

Gente, socorro!!! Minha calopsita fugiu!!!! Tô arrasada!!!!

Ontem, enquanto limpava a cozinha, deixei a porta aberta e a Catarina tava brincando fora da gaiola. Alguma coisa assustou ela e, ela fugiu para o quintal, subiu no telhado e ficou...

Colocamos ração e ela ficou comendo, quando meu marido tentou pegá-la, ela se debateu e conseguiu escapar. Corremos para a rua, mas já tinha sumido....

Batemos de casa em casa, entramos em alguns quintais, procuramos nos terrenos baldios, chamei seu nome pela rua, avisei a todos e... Nada!!! Catarina sumiu, evaporou....

O que mais me angustia é não saber o que aconteceu. Não sei se está com frio, com fome, se alguem pegou... Ela cresceu na gaiola, só come ração, não sabe o que é árvore, não sabe se defender...

Tô arrasada!!! Ontem nem fui trabalhar procurando ela. A noite fui pro curso com a cara inchada de tanto chorar... Que tristeza...

Quero minha Cacá!!!

Amanhã faço tres meses de cirurgia, mas só vou ao médico no dia 18, o danado tá viajando. Daí volto com fotos e fatos...

Beijo!!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Atualizando....

Gente, tô fazendo um cursinho, intensivérrimo para passar nesse bendito desse concurso!!! Por isso ando tão sumida...

Sem muitas novidades, só a que estou ficando careca... Já passei a tesoura no cabelão de tanto desespero que dava ver cabelo caindo por tudo quanto é lado. Continua caindo, mas agora parece menos, por que esta bem mais curtinho...

Mas, como diz meu marido, isso tava no contrato, né???
Lembrando a todas que eu sofro, mas sofro magra...


Também estou (estamos) curtinho minha nova filhinha, que eu disse abaixo que se chamaria Olivia, mas de última hora decidi que seria Mabel e seja feita minha vontade!


Mabel é TUDO de bom: doce, fofa, brincalhona, limpinha, dorme quietinha a noite toda e me enche de carinho durante o dia. Sem contar que minha lhasa adotou a gatinha de tal forma que até pra gata fazer coco na areia, a Jasmim senta do lado. Afff....


Logo posto as novidade de 3 meses de cirurgia. Esse mês o emagrecimento deu uma estacionada, mas tudo dentro do esperado.


Um master beijo e uma foto fofa:











Jasmim e Mabel...

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Correrias de fim de ano...

Pois é! Foi dada a largada para as insanas correrias de fim de ano. É presente, preparativos de ceia, roupa, viagem, mais um presentinho, amigos secretos (nesse hora aparece amigo até de onde menos se imagina...) e coisas mil.


E pra melhorar, eu vou ser despedida!!! E tenho que me lascar de estudar para o concurso!!! Esse vai ser um fim de ano bem calminho... A prova é em 27 de janeiro. Ui!


E me rebelei geral. Não quis participar do amigo secreto da escola onde trabalho. Estou iniciando a campanha natalina 2007 "Chega de falsidade! - Deixe de ser falsa você também". Meu, o povo passa o ano lascando a língua nos outros, é uma fofoca sem fim, uma falsidade gloriosa e chega em dezembro quer se redimir fazendo amigo secreto!!!! Comigo não, meu irmão!!!

Quero dar presente pra quem eu gosto e não ficar torcendo "tomara que eu não tire fulana" e também não quero ninguém torcendo pra não me tirar no sorteio. Então poupo o meu stress e o stress alheio.

Agora eu sou a anti-social da creche... Hahahahahaha... Nem ligo, porque, embora a estonteante beleza, eu nunca nasci pra ser Miss Simpatia.


Gente, tirem do armário de vcs todas as orações, rezas, simpatias, patuás, crenças e vibrações positivas pra eu passar nesse concurso. E como a prova tem parte escrita, rezem pra pessoa que vai corrigir a minha tá? Rsrsrsrsrsrs... Pra que a pessoa esteja ao menos de bom humor!!!


E vamos emagrecendo que eu não fiz cirurgia pra enriquecer médico!!!

Agora eu estou comendo beeeeeeeem melhor. Putz!! Nada de vômito, entalo, enjôo matinal, nojo de comida... Estou ótima!!! E já perdi mais um quilinho desde a última postagem.

O médico disse que como já perdi praticamente metade da meta com o problema que o Quinho me deu, agora a perda vai ser um pouquinho mais lenta, mas é normal.

Pobre organismo esse meu, passa por cada uma.


E pra quem pensa que eu já enlouqueci, deixo a prova de que posso ser mais louca ainda:

Esta é Olívia Cindy. O Olívia é meu, o Cindy é do abrigo da onde eu a adotei...
Sim, agora podemos contabilizar 2 cachorras, 1 passarinha e 1 gata. Ah, e 1 marido enlouquecido, trocando o nome da bicharada, chamando gata de passarinha e dizendo que estamos criando uma cadeia alimentar: Cachorro-gato-passaro.... Daí eu perguntei pra ele: "E quem come cachorro???". E ele: "Chinês".
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Ah! Ainda estamos todos vivos!!

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

O retorno...

Mas dessa vez foi ao médico!!! Fui levar a endoscopia pra ele ver na quarta, pois no dia em que eu fiz o exame ele não estava na clinica, como da outra vez.

Ele disse que dessa vez tá tudo bem, arreganharam o Quinho, estou com 2 cm de passagem e cortaram um fio de sutura pra não ter risco de fechar de novo. Se vcs olharem as fotos da endoscopia, dá pra ver um fio meio amarelado. Outra endoscopia, só no sexto mês...

Eu estou ótima, comendo bem, sem enjôos, uma maravilha!!!! Até almocei fora dia desses. E passei a ser a companhia perfeita: meu prato (no self-service) ficou só R$ 4, 50!!! Meu marido adorou!!! Hahahahahahahahahaha... Não dou mais despesa!!!!

E vcs não vão acreditar, mas em exatamente uma semana eu perdi mais 2 quilos!!! Agora já somam 24 quilos eliminados, jogados pro espaço!! Perguntei pro médico se eu ia parar de emagrecer e ele riu de mim... Falou que quando eu parar, vou reclamar!!!

Tô firme na hidro, quero chegar nas festas de dezembro na casa dos 80 quilos... Vamos ver!!!

Um beijão à todas e um ótimo fim de semana!!!!!!!!!!!

domingo, 18 de novembro de 2007

Notícias do Quinho...

Gente, lá fui eu, toda animadona no sábado cedo fazer minha endoscopia pra alargar o Quinho. Foram feitos todos os procedimentos de praxe, eu adormeci, pensando em não acordar falando besteira, quando começo escutar a voz da médica bem de longe:


-Ela tá acordando, olha os batimentos... Se prepara porque ela vai acordar.

Pensei: "Êba, já acabou...". Quando eu abri meus olhinhos brilhantes... ESTAVAM AINDA NO MEIO DO EXAME!!!!!!!!!

Quando eu abri o olho e vi aquele mangueira enorme dentro da minha boca, entrei em pânico, não sabia o que estava acontecendo, a médica não sabia o que estava acontecendo, a enfermeira não sabia o que estava acontecendo. O fato era: eu acordei no meio da endoscopia!!!!

Comecei a me bater, queria vomitar, queria que tirassem aquilo da minha boca, daí me pediram calma, pediram que eu fechasse o olho, respirasse fundo, porque o procedimento ainda tava sendo realizado, estavam com o balão de silicone dentro de mim e não podiam tirar, tinham que esvaziar primeiro.... Putz!!!! Porque me contaram isso!!! Comecei a sentir o treco se mexendo dentro da minha barriga e, ao mesmo tempo que eu tava acordando, ainda tava meio dopada, porque me deram uma dose mega de sedativo e eu fiquei meio descontrolada, mexia a cabeça, por conta disso machuquei a garganta... Foi horrível!!!!!

Enfim, a médica encerrou o exame rapidinho, eu lá, chorando, vomitando, com dor, foi o maior auê.... O meu braço tá meio duro até agora, porque eu tomei 4 doses de sedativo acima do normal e mesmo assim acordei.

Depois tive que ficar lá um tempão, porque tomei uma dose de sedativo muito acima do normal e fiquei em observação... Ninguém sabe o que aconteceu... Essa é a minha 4º endoscopia, isso nunca aconteceu, eu não estava nervosa, nem com medo, mesmo porque eu já tô careca de fazer endoscopia e sei que não se sente absolutamente nada.

Pelo estado em que meu braço ficou, eu acho que minha veia estorou, porque eu sou péssima de veia, quando preciso tirar sangue é uma tortura, o sedativo parou de circular e eu acordei. E daí, não adiantava me dar doses e doses de sedativo, eu ia acordar de qualquer forma. Tinha que pegar outra veia, mas como eu tava dormindo, não senti dor de perder a veia nem nada. O sedativo ficou todo no meu braço, meu braço ficou enorme, todo vermelho...

E querem saber o melhor: Vou ter que fazer mais uma endoscopia. Há!

Só comigo....

P.s.: Dani, não se assuste com esse relato, o procedimento da endoscopia é super simples, rápido, fácil, vc dorme o tempo todo e não sente nem vê absolutamente nada. Não use isso como referência, porque eu sou do tipo de pessoa com quem acontece de tudo.
Sabe aquele remédio que dá reação em 1 a cada 1.000 pessoas???? Pode ter certeza que eu sou essa pessoa... hahahahahahahahahahahahaha...

Preparadas pra verem minhas entranhas????




Quinho fechadinho de novo... Êita buraco birrento...











Dessa vez arregaranham o dito-cujo. Mesmo assim o médico disse que vai fazer mais uma dilatação pra garantir...
Só que na próxima, quero anestesia geral... Hahahahahahahahahahaha...
Eu sofro, mas sofro magra!
Hahahahahahahahahahaha...
Beijo!!!! E obrigada pelos elogios. Meu marido falou que eu tô insuportável!!!!!
Eu sei!
Eu gosto!

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Eu não aguentei...

E vim postar de novo!!! Agora minhas fotos!!!

2 meses!!! Eu tô vivinha da silva!! Vomitando pra burro, mas o burro aguenta!

Não se esqueçam da regra básica de etiqueta: Elogiem! Haha!

Sábado eu volto pra contar da endoscopia.






Foto 1:
*Indo pro hospital, dia 15 de Setembro.
No auge dos meus antigos 121 quilos!!!!!!!















Foto 2:
* Meu 1° mês de cirurgia... 15 de Outubro!
Com 105 quilos... Já se foram 16 quilos!!!














Foto 3:
*Meu segundo mês!!!! Hoje, 15 de Novembro!!!
Com 99, quase 98 quilos!!!
Já se foram 22 quilos!!!



E logo irão muitos mais!!!!!


Iupiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!




Beijão!

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

A Saga do Buraquinho II - O Retorno.

Pois é, consegui uma consulta pra hoje cedo e o que eu previa aconteceu: buraquinho fechado!!! De novo... E pode não ser pela última vez. Já tenho uma endoscopia marcada para sábado, para dilatar o Quinho. Porque, com tanto trabalho que esse bendito vem me dando, já foi até batizado de Quinho, o Buraquinho.

E lá se foram 22 quilos em 2 meses. O médico falou que vai ficar de olho em mim, porque tô emagrecendo muito rápido em pouco tempo. Pelos cálculos dele, era pra eu chegar no 3º mês com 97 quilos e eu estou entrando o 2º mês com 99... O que indica que eu já dei adeus aos 3 dígitos!!! Poderia estar mais animada, se eu não vomitasse tannnnnnnto assim. Mas agora é preciso paciência (mais????) e seguir os procedimentos corretos. O bom é que eu não sinto fraqueza, desânimo, dor... Só um enjôo feladaputa que me acompanha o dia todo.

Mas vamo que vamo!!!!!!!!

Ontem comecei na hidro. Hoje me dói tudo. Os braços, as pernas, as costas... O negócio não era pra ser de baixo impacto???? Hoje vou de novo. Porque eu sou brasileira e não desisto nunca.
Amanhã faço 2 meses de operada, quando voltar, posto a foto de 2 meses, ok?

Um grande beijo!!!!!

domingo, 11 de novembro de 2007

Bendito Feriado...

Putz, eu tô indo trabalhar me arrastando. Porque o prefeito foi dizer que vai mandar todo mundo embora???? Podia ter ficado na dele e eu continuaria indo trabalhar toda alegrinha. Seria a doce ilusão. Agora, sabendo que vou pro olho da rua, quem diz que eu tenho vontade de ir?
Dá-lhe 15 de novembro, com direito a emenda.

Eu ando muito, muito, muuuuuuuito enjoada pela manhã. Acordo com um gato subindo e descendo pela garganta. Mas vomitar o que? Eu mal como. Essa semana vomitei pra caramba.
Acho que esses enjôos foram causados pela troca de anticoncepcional. Eu tomava pílula e agora troquei pelo injetável mensal. Então, quando a menstruação chegou, levou meu mundo junto com ela. Enjôos, sonolência durante o dia, insônia, dor de cabeça, espinhas, cabelo estranho... Tudo junto, com direito a cólica e um sangramento mega.
E marido dizendo: vc não acha que tá grávida?? Vc não quer fazer um teste??

Aliás, desde que eu conheço meu marido, ele acha que eu tô grávida. Todo mês ele acha que eu tô grávida, não importa se eu menstruei ou não. Ele é neurótico, acha que tudo é sintoma de gravidez e o pior (ou melhor): fica na torcida pra que eu esteja!!!! Tadinho... Vai ser um bom pai.

Eu espero que esteja mais disposta essa semana. Quero começar a hidro na terça, sem falta, pois passei toda essa semana menstruada. E como a semana só tem 3 dias úteis (pelo menos pra mim) espero que isso já seja motivo suficiente pra eu me animar um pouquinho.

Vou tentar marcar uma consulta com o meu médico antes do feriado. Dia 15 faço dois meses de cirurgia, tenho certeza de que já se foram mais de 20 quilos, mas vou ficar firme e só me pesar na balança do consultório, já percebi que ficar trocando de balança traz muitas variações de peso e... sempre pra mais! Incrível...

Bom, que essa semana seja melhor pra todo nós!!!!
Beijão!!

terça-feira, 6 de novembro de 2007

20 quilos!!!

Já se foram!!!! Uauuuuu!!!! Agora eu já sinto minhas roupas beeeem folgadas, já me sinto mais disposta. A avaliação física já foi feita e acredito que, se o tempo melhorar, vou começar a hidro na próxima semana...


Esse feriado fui pra praia, descansei bastante, mas voltei querendo ficar por lá. Ando num desânimo pra trabalhar, ainda mais sabendo que vou ser mandada embora. Não peguei nenhuma criança pelos cabelos... é que eu sou contratada da prefeitura, e eles terão que mandar todo mundo embora neste fim de ano e realizar um concurso, que está previsto para o fim deste mês, e que está me deixando louca...


Enfim, uma fotinha:

Praia!! Praia!! Praia!!
Beijões!!

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Muitas coisas...

Acontecem na nossa vida, mas acho super importante sabermos que Deus é nosso caminho, nosso apoio para qualquer dificuldade, nossa luz para qualquer dúvida...

Digo isso porque uma vizinha, amiga de infância do meu marido, com 24 anos de idade e com um filhinho de 4 anos, se enforcou no banheiro, por volta das 3 horas da tarde da terça-feira, sendo encontrada pelo próprio filho, que, ao chegar da escola e procurar pela mãe, se deparou com essa cena terrível.

Motivos??? Posso ter dar pelo menos uns 10. Mas, pra mim, nenhum justifica o que aconteceu... Essa é uma verdade que ela carregou junto. Não deixou carta, não deixou explicações, mesmo que as deixasse não serviriam de conforto para aqueles que a amavam... Essa menina se foi e deixou muitas pessoas perplexas, inconformadas, sem palavras...

Durante seu velório, foi realizada uma oração e eu achei bem pertinente o que o rapaz disse. Ele disse que, mesmo se tratando de uma tragédia, deveríamos carregar esse exemplo para nossas vidas, pois o mal está sempre a nos rondar, mas nunca devemos desviar nossa atenção de Deus, pois nos momento de maiores dificuldades ele é, sem dúvida, nosso porto.

Eu fiquei muito chocada. Eu não consigo entender tal ato. Planejar a própria morte, ter forças para pegar uma corda, verificar se o local é forte o bastante para suportar seu peso, passar a corda em volta do pescoço e... Gente!!!! Como falta Deus na vida das pessoas... Como falta fé!!! Como falta a certeza de que tudo pode melhorar, que basta acreditar na vida, na possibilidade de que coisas boas acontecem...

Eu continuo afirmando que nada justifica tal ato! Não há contas à pagar, não há desentendimentos com marido, não há nada, nada, que permita que uma pessoa pense em tirar a própria vida. NADA! Eu realmente estou perplexa...

Não estou julgando, apenas desabafando... Mesmo porque não cabe à mim julgar, a parte que me cabe é apenas rezar, rezar muito, como eu tenho feito desde que recebi a notícia, para que essa alma encontre seu caminho, encontre logo seu descanso...

Eu ainda estou muito triste... Não tem sido dias fáceis! Mexeu muito comigo, com meu marido, me fez refletir na fragilidade do ser humano. Sei lá...

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Revelações bombásticas!!!!

Gente, a querida xará Van me pediu que eu listasse 10 coisas que vocês não sabem sobre mim...
Tudo bem, mas eu quero que primeiro vocês me prometam que não vão abandonar meu blog, não vão me achar louca e nem vão me bloquear no orkut, porque eu não me acho muito normal.

Rir vocês podem, tá!

Coisa 1 - Eu sempre quis participar dessas brincadeiras, mas ninguém nunca me convidou. Van, vc realizou meu sonho!!!!!

Coisa 2 - Eu tenho medo de anão. Gente, pelamordedeus... Não é preconceito, é medo mesmo. Quando eu era criança meu pai falava que anão não morria, porque ele nunca viu enterro de anão, e eu nunca esqueci isso. Já desci de um ônibus porque um anão entrou. Eu já fui embora de um chá-de-bebê porque chegou uma parente da minha amiga que é anã. Eu espero do fundo do meu coração que Deus me perdoe. De verdade. Mas é incontrolável.

Coisa 3 - Eu fui muito namoradeira. Meu pai vivia dizendo que a gente ia ter que mudar de vila pra que eu pudesse casar. Pra calar a boca dele, meu marido morava na rua de trás. Hahahaha!

Coisa 4 - Eu amo bicho (Aê Van!!)! Acho que mais do que gente... hihihihihihihi... Por mim, minha casa seria um zoológico, meu marido é quem me impede. Vou viajar no feriado e já chorei três vezes porque minhas cachorras e minha calopsita não vão. Hoje eu disse pro meu marido que, no lugar delas, eu não me perdoaria... E disse isso soluçando de chorar com a cara inchada... Ele ficou me olhando como se eu fosse louca.

Coisa 5 - Depois que eu casei, minha relação com a minha mãe melhorou astronomicamente!!!! Eu morei 26 anos com a mulher e só agora eu a entendo completamente...

Coisa 6 - Eu morro de medo de ser mãe!!!! Eu cuido (muito bem, diga-se de passagem) do filho dos outros há 9 anos e tenho medo de não ter paciência com o meu.

Coisa 7 - Eu sou extremamente mimada. Eu sou a única filha, sou a mais velha, eu sempre tive tudo que eu quis, eu ganho presente de dia das crianças até hoje, eu sou um nojo! Hoje eu fui à casa de uma amiga e quando cheguei tinha um pacote no sofá. Meu marido disse que meus pais haviam passado e deixado pra mim. Era uma bolsa rosa, toda bordadinha da Hello Kitty!!! Minha mãe não vai na esquina sem me trazer algo. Meu pai me manda flores. Meu marido entrou na onda e faz absolutamente tudo que eu quero e eu fico feroz quando contrariada. Eles criaram um Monstro!!!!!!!!!

Coisa 8 - Relaciona-se à coisa 6. Eu tenho medo de ter um filho e eles todos esquecerem de mim...

Coisa 9 - Eu sempre quis sair na Playboy... Por isso que acho que Deus sabe muito bem o que faz... Se eu fosse magra e gostosa, já tinha me perdido na vida...

Coisa 10 - Eu já me formei há um ano na faculdade, mas não posso pegar meu diploma porque não entreguei o TCC. Meu marido joga isso na minha cara todo dia. Minha mãe morre se souber. Ela chorou horrores na minha colação, toda orgulhosa, mal sabe ela que era só fachada...

Ah... Eu achei pouco 10 coisas, eu poderia escrever milhares... Só não sei se vcs aguentariam ler....
Agora eu quero que todo mundo que passe aqui pra ler, faça a mesma coisa no seu blog. Alê, Dani, Carmine, Grazi... E quem mais passar!!!!

Beijocas!

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Abre a roda morena, não deixa a roda fechar...

Alguém lembra dessa música??? É praticamente o meu tema... hahahaha... Hoje fui fazer a endoscopia e a médica que iria realizar o exame me explicou que as causas dos meus entalos poderiam ser: psicologicas, como medo de comer, uma úlcera que se formou em virtude da cirurgia, um ponto que se soltou e está irritando o estômago ou o estreitamento do canal por onde passa o alimento. Disse que, sejá lá o que fosse, resolveria com a endoscopia (menos a úlcera, claro.). Dessa vez, foi meio desconfortável o inicio do exame, a enfermeira sempre me dopa e depois põe o bocal e espirra aquele treco horrendo. Dessa vez, espirraram o treco horrendo, colocaram o bocal, eu fui ficando com uma ânsia horrível, não conseguia engolir, me babei toda, BLERGH!!! Daí me anestesiaram... e puft! Apaguei...


Sempre acordo falando alguma bobagem e dessa vez não foi diferente. Lembro de falar, bem molona, que adorava o sedativo e que se tivesse pra comprar na farmácia, ia fazer estoque. Sabe em tom de papo de bêbado... Assim mesmo, um mico!!!!

Enfim, o buraquinho tava apertadíssimo e eles alargaram... Depois de ficar dopadona, viajando numa maca na sala de recuperação, meu médico veio conversar comigo e disse que, talvez eu tenha que repetir o procedimento daqui a dois meses, mas que agora eu tava ótima. Uhuuuu!!! Tomar aquele sedativo de novo daqui a dois meses!!! Acho que viciei... rsrsrsrs...

Achei meio nojento, mas vou postar as fotos do antes e depois do meu buraquinho pra vcs terem uma idéia. Alê, se for enjoar, peloamordedeus, não olha, tá???? Mas meu estômago nem é tão feio assim.

Vamos lá:




Buraquinho antes. Tão vendo essa preguinha? É por aí que eu queria enfiar frango, macarrão, abobrinha, banana, pão.... Impossível, não???













Buraquinho depois. UaU!!! Isso é um túnel, não é mais um buraquinho!!! Bora pro rodízio de churrasco mais próximo!!!!!!
É isso gente. Tudo nessa vida tem um preço. O meu é ter o buraquinho manipulado por pessoas que nem íntimas são...
O buraquinho do estômago, tá?
Beijocas!! E cuidem bem do buraquinho de vcs!!

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

*Desentalei!

Será gente que eu desentalei???? Na segunda à noite ainda rolou uma vomitadinha (blergh!), mas desde ontem venho comendo numa boa, devagarzinho, mastigando bem e tá descendo. Até a água, que sempre me desceu muita estranha, tá indo numa boa e em quantidade considerável... Será que era medo, coisa da minha cabeça ou será que eu desentalei??? Seja lá o que for, vou mesmo fazer a endoscopia na sexta, porque não me custa nada, eu dou uma viajada bacana com aquele dorminod e, de quebra, rola um atestado e eu nem vou trabalhar... hohoho....

*Desentalei nada... São 21h24, acabei de jantar, entalar e devolver tudiiiiinho...*

Eu queria fazer isso mais pra frente, porque eu ainda não vejo tanta diferença, mas atendendo a inúmeros, (ah, tá se achando...) pedidos, lá vão fotos!!!



10 de Agosto, eu tava indo com o mozão pro show do Bruno e Marrone... Faltavam 1 mês e 5 dias pra cirurgia...


















Tcharam!!! O dia D. 15 de setembro... Estava indo pro hospital, eram quase 6 horas da manhã... Eu e meus ex-121 quilos.


















Foto fresquinha, tirada hoje pela manhã... 39 dias depois de operada, 17 (sim, DEZESSETE) quilos mais "leve" (magra ainda não...) e mais feliz....
É de bom tom elogiar, tá?
Hihihihihihihi...
Beijos!! E muuuuuuuuito obrigada por todos que passam por aqui! Quem não tem blog, deixa o e-mail pra mim, ok??







domingo, 21 de outubro de 2007

Entalos, vômitos e primeiras refeições...

...Eles andam lado a lado. Primeiro, vc senta toda feliz pra comer. Aí, a primeira garfada, seguida de uma falta de ar, um aperto do peito, uma pressão no ex-estômago, uma corrida até o banheiro e... lá se vai todo o motivo da felicidade!!!

Meu primeiro entalo foi na quarta, logo cedo. Causado por um pedaço de pão e um copo de leite batido com morango. Deixei de lado a orientação de primeiro os liquidos, depois os sólido e fui com tudo! Só deu tempo de correr pro banheiro...

O certo é que eu faça 6 refeições no dia, mas não tá dando. Primeiro, porque não cabe, segundo porque os horários não batem. Então, durante a semana, eu levei mais com os liquidos, comi uma bolacha aqui, uma torrada ali e foi tudo bem.

Até que chegou o fim de semana e eu pude comer com mais calma e regularidade. Aí o bicho pegou... De sexta pra cá, pouco do que eu como eu consigo segurar, pouco mesmo. Hoje já acordei vomitando (não sei porque, não tinha comido nada) e passei o dia tomando liquido. À noite, fiz um peito de frango com molho, macarronada pro maridão, refoguei umas abobrinhas, peguei o minino que um ser humano pode comer e não passei da primeira garfada. Mal deu tempo de chegar no banheiro... Que nojo!!! E que preocupação... Amanhã vou amanhecer no consultório do meu médico, não sei se é o caso dele pedir uma endoscopia, mas eu preciso saber o que tá pegando.

Espero que eu não tenha que tomar liquidos o resto da vida!!!
Amanhã eu volto com respostas!!!

***Acabei de falar com o médico***
Ele vai marcar uma endoscopia pra mim, possívelmente terei que alargar um pouquinho o buraquinho, que é o nome carinhoso que eu dou pra minha passagem de alimento...
Urgh!!!!


**Frase da semana**
Cheguei ontem na minha mãe com uma calça que eu não usava desde o período Jurássico, me achando a magra e ela diz:
- Você tá tão estranha!!! Tá sem os bochechões corados, tinha uma cara tão gordinha a vida toda...

PUTZ!!! EU RI PRA NÃO CHORAR!!! COMO ASSIM????????????????????????????????

terça-feira, 16 de outubro de 2007

Lá vou eu...

Ontem fiz um mês de cirurgia e minha consulta de retorno estava marcada para hoje. Hoje eu também iria conhecer meu novo cardápio, porque eu juro que, se tivesse que fazer dieta liquida por mais um dia, ia correr louca pelada gritando pela rua. Eu juro.

Frente a frente com a temida balança, já fui explicando para o médico que eu estava menstruada, que isso ocasionava um certo inchaço e quando eu me peso em casa é pelada... Olho pro visor digital e quase gritei: Eu perdi 16 quilos!!!!!!!!!!!! Eu fiquei tão feliz que quase beijei o médico (meu marido não leia isso, ele morre de ciúmes do médico). Eu não queria descer da balança. Subi e desci da balança umas quatro vezes pra confirmar. Aqui em casa, a balança vive desregulando, então eu nunca tenho certeza do peso, mas isso se deve ao fato e eu subir e descer da balança o dia todo. Tá, eu sei que é errado, mas é muito mais forte do que eu.

O médico me elogiou bastante, disse que estou acima da média que ele havia previsto, que seriam 12 quilos no primeiro mês, e que espera me ver melhor ainda no próximo mês. E ele verá!

Quanto a nova dieta, quase chorei de felicidade quando eu li. Posso comer: arroz, feijão, macarrão, purê, carnes de boi, frango ou peixe, requeijão, queijo branco, pão, torrada, bolacha, frutas, iorgutes... Sabe o que é isso pra quem tá tomando liquido à um mês???? Isso é um banquete!!! Quando cheguei em casa, nem sabia por onde começar, meio que com medo de comer e passar mal... Mas lógico que tentei. Demorei horrores pra comer 2 colheres de sopa de carne moída com duas colheres de macarrão, quando dei a primeira garfada, achei que meus dentes iam cair... muito tempo sem uso. Mastiguei, mastiguei, mastiguei, mastiguei mais um pouco, joguei pra lá, joguei pra cá, putz, que medo... Mas engoli! Desceu estranho, mas logo tudo se normalizou e assim foi até o fim.

Estou super feliz e orgulhosa de mim mesma. Muitas pessoas falam que me admiram e que me acham muito corajosa, e eu, sem nem uma gotícula de modéstia, concordo com elas, porque não foi um processo fácil pra mim. Mas eu tenho fé, eu tenho força e eu sei que foi o melhor pra mim e agora estou sentindo que a pior fase realmente acabou!

Estou feliz!!

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Consultoria gratuita

Como algumas pessoas (tá bem, todas as pessoas...) que visitam meu blog tem filhos, hoje vou deixar uma dica bem bacana. Ontem fui no show de um grupo que eu adoro o Palavra Cantada, que já conhece, sabe o quanto é legal, pra quem não conhece fica a dica.


Eles fazem músicas incríveis pra criançada, que eu adoro. Eles são a MPB do berçário, são a Marisa Monte da pré-escola... Acho que meu marido e eu éramos o único casal sem filho no show, até encontrei dois ex-aluninhos meus e pensei em pedir um deles emprestado, mas quando eu vi o menino querendo ficar no ombro da mãe, deixei pra lá... rsrsrsrsrs


Tentei postar um videozinho que o marido fez, mas não consegui... Entrem no site http://www.palavracantada.com.br/ logo no ínicio já dá pra clicar nos títulos das músicas e assistir o clip. Adoro do Rato e da Sopa!!


Eu adoro!!! Pobre do meu filho quando for mãe!!! Vou fazer ele passar vergonha nos shows... hahahahahaha...


Beijão e ótimo dia das crianças!!



Sandra Peres e Paulo Tatit

sexta-feira, 5 de outubro de 2007

21 dias...

Pois é, já se passaram 21 dias desde que eu cheguei toda serelepe no hospital e voltei toda estrupiada pra casa...


A alimentação continua a mesma: líquida, mas o corpinho, quaaaanta diferença.


Pra começar: eu tenho pescoço!!!! Esses dias acordei e quando olhei no espelho, percebi que tinha pescoço!!! Incrível!!! Tenho pescoço, queixo, tudo dividido, cada um no seu lugar, não é mais uma massa única...


A minha barriga tá meio estranha, parece que eu tô emagrecendo e a barriga tá ficando na mesma... O médico falou que eu ainda estou um pouco inchada, e como só tenho tomado líquido, tenho retido líquido, que quando eu mudar a dieta, o inchaço vai embora, mas não sei não, tô com neura na barriga...


E não vejo a hora de mudar a dieta. Já estou sem paladar, aliás, estou com tipo de uma sapinho, igual aqueles de criança. Minha boca tá nojenta, passo o dia pingando remédio. Eca!! No dia 15 minha dieta muda, completo um mês de cirurgia... Só falta uma semana, graças à Deus!


Essa semana voltei ao trabalho e tenho sentido um cansaço horrendo. Minha sorte é que meus bebês dormem à tarde e eu aproveito, puxo um colchoneto e durmo junto com eles. Acordo bem mais disposta... Meu marido voltou a trabalhar à noite e eu nem tenho sentido medo ou demorado pra dormir como antes. Deito, durmo e acordo com o barulho dele abrindo a porta às 6h30 da manhã e... volto a dormir. Ainda bem que trabalho somente no período da tarde!


O fato é que a vitamina não consegue complementar 100% de tudo que eu ingeria... Fora que a falta de açúcar e gordura é de matar qualquer mulher de depressão! Então, tenho me sentido meio paradona, mole, sem força, com sono, mas sei que isso é passageiro, logo vai estar tudo bem.


Bom, é isso! 21 dias e 14 quilos a menos!!! Iuuuupiiiiii!!!


Ah! Quase esqueço!! Eu tenho uma nova filha, mais uma "membra" pra família... Essa é Catarina, a Calopsita! (que meu marido insiste em chamar de paroxítona)


sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Mais uma semana...

Lá se vai mais uma semana! Estou ótima, me recuperando super bem, nem parece que eu passei por uma cirurgia.

Ontem, fui à nutricionista e mais 15 dias de dieta líquida... Argh!! Isso é de lascar, não tenho mais vontade de comer, digo, beber nada... Já tô até sem paladar...
Hoje, fui ao meu médico para tirar os pontos, e ele disse que se eu sentir muita, muuuuita vontade de comer algo diferente, posso cozinhar uma batata, bater com o caldo no liquidificador, coar e comer com uma colherzinha de sobremesa... Gostoso!! Suculento!! Aff....

Mas já tô tomando iorgute, leite e leite de soja... Como fui testando e não me fizeram mal, tá liberado.

E assim vai minha nova vida. Segunda eu volta a trabalhar e já tô liberada pra dirigir...
De volta à vida normal. E 11 quilos mais leve!!!

sábado, 22 de setembro de 2007

A primeira semana...

...não foi mole, fácil, nem tranquila... Mas sobrevivi!!!!

Nos blogs de mamães, elas fazem relato de parto... Pois bem, eu farei relato de cirurgia... rsrsrsrsr....

No sábado, tinha que me internar as 6 da manhã e fui, toda serelepe e contente, animada como quem vai fazer uma escova progressiva. Me internei, arrumei minhas coisas no quarto que eu ficaria, veio a anesista conversar comigo, depois veio o médico, aí veio a enfermeira com aquela camisola sexy que deixa a bunda de fora e lá fui eu pro centro cirúrgico... Toda feliz... Bobinha...

Chegando lá, a anesista disse que ia me dar um calmantezinho pra que eu relaxasse enquanto eles me preparavam pra cirurgia. Gente, que viagem!!!! Uhuuuuu!!! Devo ter falado miséria, porque só lembro da equipe do cirurgião rindo horrores. E aí, apaguei...

Apaguei e acordei... Foi como se eu tivesse cochilado, como se eu tivesse piscado. Acordei e pensei: acabou, tô viva!!! Ouvi a voz do médico falando comigo, comecei a visualizar as pessoas quando, do nada absoluto, senti a dor mais absurda e inimaginável da face da terra!!!! Pense na pior dor que você já teve na sua vida, dor mesmo, física, doía muito, doía tuuuuuudo: do dedinho do pé até o fio do cabelo. A sensação que eu tinha era que estavam me operando a sangue frio.

E por falar em sangue, comecei a vomitar bolas enormes de sangue coagulado, tudo isso enquanto doía demais, somado à tremedeira da volta da anestesia, me fizeram transformar num monstro que resolveu que queria levantar. Há! A nega passa 6 horas sobre o efeito de anestesia geral, na mesa de cirurgia, tá toda f*dida por dentro e quer levantar!!!! Fácil!!!

E aí começou a luta, enquanto os enfermeiros me seguravam, eu me debatia... Poxa, eu só queria levantar para poder vomitar e deitar de novo. Pra mim parecia tão claro que simples... E eles viraram o meu rosto e colocam lençóis do lado pra que eu vomitasse, mas era sangue!!! E, eu na minha lógica e sã consciência de pessoa que acabou de voltar de uma anestesia geral comecei a pensar: "Quem vomita sangue desse jeito, só pode estar pra morrer!!! É óbvio!!!" E aí foi o maior forro na sala de recuperação: eu querendo me levantar, trocentas pessoas tentando impedir, mais trocentas virando o meu rosto e dizendo que eu podia vomitar e o meu médico, fofo, pedindo pra eu relaxar... Fácil!

Ainda desesperadoramente dolorida, fui pra UTI, só por precaucão... Afinal, minha cirurgia foi muito demorada e um problema antigo que eu tive de pâncreas tinha ocasionado uma aderência no meu estômago que ele demorou hooooooras para resolver.... Cheguei lá e minha família entrou, aí o bicho pegou. Porque eu sou muuuuuuuito manhosa, e a manha aumenta na medida em que eu vejo mami, meu pai e meu marido. Aí foi um barraco: chorei, me batia na cama, queria (ainda) levantar pra vomitar, tava toda inchada e costurada, tinha uma mangueira saíndo da minha barriga, que era o dreno que me acompanhou essa semana... Minha mãe vendo essa cena começou a passar mal, teve que sair da UTI... Enfim, um horror, me doparam e eu agradeci, porque ainda doía demais....

Um pequeno parentêsis: Há um ano atrás, eu retirei a vesícula, que me causou um problema no pâncreas que quase causou o meu empacotamento. Quando eu acordei da cirurgia, senti dor, as enfermeiras me ergueram, eu vomitei e tudo magicamente passou... Dormi, acordei faminta, tomei um caldinho no hospital, passei a noite lá e no dia seguinte já estava em casa. Por isso insitia tanto pra em deixarem levantar... Me recuperei tão bem que fui com essa memória pro hospital fazer essa cirurgia e... me f*di!!!

Voltando: Acordei zonzona na UTI, mas sem dor, apenas doloridona... Meus pais e meu marido voltaram pra me ver e minha mãe ficou mais tranquila, porque eu já estava até conversando....
Passei a noite na UTI e foi tudo bem tranquilo, tirando o fato que vc fica peladona, cheia de fio e todo mundo que passa dá uma apalpada, mas, fazer o que, né? As enfermeiras eram uns amores, teve uma pra quem eu até dei uma pequena consultoria pois ela estava em dúvida sobre a escola que tinha escolhido pra filha. Quando soube que eu era da área, já viu.... Ela era bacana demais, eu nem cobrei nada...

Na manhã do domingo, pude levantar. Iuuuupiiii!!! Daí a enfermeira me ajudou a tomar um refrescante e delicioso banho e a limpar o dreno. O dreno merece um post a parte. É horrível, é nojento, é aterrorizante e pra tirar ele ontem, parecia que eu tava parindo, tamanho o escandâlo que eu fiz.... E nem doeu, foi só a agonia mesmo! Tomei um banho, o médico foi novamente me ver, mas uma apalpadinha, pra desespero do meu marido, e disse que por ele, eu já até podia ir pra casa, mas que ia me mandar pro quarto, porque não dá pra justificar que uma pessoa que passou a noite na UTI já pra casa no outro dia como se nada tivesse acontecido. Eu já estava preparada pra isso mesmo, então fiquei lá.

O dia passou normal, a noite também, eu ainda estava dolorida, mas não com dor. Sabe quando vc cai de bunda e passa dias dolorido, é aquilo: mas com pontos e mangueira pendurada na barriga.... Logo chegou a minha refeição: suco e gatorade. O dilíça!!! As visitas começaram e eu fiquei lá tranquilona, só tomando aquelas injeções enormes de analgésico na veia, viajando... Adoro analgésico!!

Na segunda cedo fui pra casa, com uma lista de medicamentos, algumas recomendações da nutricionista, e tudo mais. Mas em casa, não tem injeções de analgésico potentes, só o remedinho pra dor que era muito ruim e que eu tinha que tomar muito devagar, senão eu engasgava, afinal agora meu estômago é um copinho de café de 30 ml. Aí começou: tudo líquido via oral: antibiótico, remédio pra cicatrização do estômago, remédio pra dor, pra gases e tudo muito, muito ruim, amargo e gosmento. Foi outra novela: quando o celular do meu marido despertava de madrugada, eu já abri a boca a chorar, não queria tomar os remédios, quando tomava botava tudo pra fora, aquilo fazia meu estômago doer....

Outro parentêsis: Se tivessem conhecido meu marido, a história de Jó não teria sido publicada na Bíblia... meu marido é zilhões de vezes mais paciente, eu garanto! Ele cuidou de mim durante todos esses dias e essas noites, ainda manteve a casa limpa, porque ele tem folgas grandes.

Voltando: Passado uns três dias, optei por tomar só o antibiótico e o remédio do estômago, pois já não tinha mais dor nem gases. Mas, não sei da onde, me deu uma dor tão forte no ombro esquerdo que eu não conseguia dormir! Não conseguia deitar, não podia virar, por conta do dreno, só conseguia dormir sentada no sofá! Chorei horrores!! Não dormia eu, nem meu marido... Foi um martírio. E, pra piorar a situação, comecei ter febre! Putaquepariu!!! Todo mundo vai, opera, volta e se recupera. Eu??? Eu não, eu devo ter saído de uma novela mexicana, eu devia me chamar Vanessa Monique... Meu marido já chama Eduardo Miguel mesmo... Tudo é um sofrimento, fique fula, deprimida e chorava igual uma louca, sempre dizendo: "Porque eu fui fazer isso???? Porque???? Buáááááá"

Claro que em meio todo esse drama, eu já tinha conseguido falar com meu médico, que disse que uma febre de uns três dias era um processo absolutamente normal no organismo e que era pra eu tomar o maldito remédio horrivel de dor e febre.

Nisso já era quinta feira, e como eu ia tirar o dreno na sexta, fiquei no aguardo. A febre realmente parou, tirei o dreno ontem e, por desencargo de consciência, me receitou duas doses de antibiótico injetável pra garantir... Eu preferia ter tomado tudo injetável, beber é ruim demais!

Bom, agora estou aqui, estou ótima, só com os pontos que eu nem senti, e repousando... Mesmo enorme, a história ainda está bem resumida, ainda tem os pitis que eu dei na UTI, tem o livro que eu pretendo escrever: "O dreno e eu: revelações de uma nojenta", a dor no ombro que ainda persiste, a saga que foi conseguir tomar essa injeção de antibiótico, pensei que tivesse que entrar com uma liminar na justiça.... Enfim, eu ainda não tenho uma opinião formada sobre isso tudo que eu passei. A principio, fiquei muito deprimida, tava toda sensível, chorava até com comercial, ainda acho que poderia ter tomado outro caminho. Por mais que eu tivesse toda aquela informação em mãos, sempre é um choque, sempre é diferente de pessoa pra pessoa, eu achei que foi a maior agressão que eu fiz no meu organismo, que eu fui contra todas as leis da natureza. Mas eu sei que isso vai passar quando os resultados se mostrarem. E dor a gente esquece, senão cada mulher da face da terra só teria um filho! Hoje, se alguém vier me pedir conselho sobre esse assunto eu diria: NÃO FAÇA ISSO PELAMORDEDEUS!!! Mas eu sei que, daqui uns três meses, isso já vai ter passado.

Então tô aqui, tranquila, só me recuperando, e tentando achar uma coisa boa pra cada dificuldade que eu encontro. Eu sei que Deus não me faria passar por tudo isso se não acreditasse que eu superaria! A cada dia é isso que eu digo quando eu acordo e é nisso que eu tenho acreditado profundamente.

Ah! E nessa semana já se foram 8 quilos....

Beijos e obrigado pela força, pela oração e pelo carinho!!!!

terça-feira, 11 de setembro de 2007

De mudança...

Eu já estou preparando a minha mudança... Não vou mudar de casa, mas vou ter que mudar de corpo, de cabeça, de costumes...
Pensar que, daqui há 4 dias minha vida vai mudar de ponta-cabeça é meio assustador, mas não a ponto de me fazer mudar de idéia...
Agora falta pouco...

sábado, 1 de setembro de 2007

A espera...

Agora só me resta esperar...

O mais engraçado é que eu não estou com um pingo de medo!!! Mas ansiedade é uma coisa que praticamente dirige minha vida nesses últimos dias... Nem cumprir "minhas obrigações matrimoniais" tô conseguindo direito! Hahahahahahaha...

Esperar, esperar, esperar...

Podia ser amanhã, né?

Humpf!

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Agora falta pouco!!!

Na quarta-feira fui ao médico e a cirurgia foi "pré" marcada para 15/09. Digo "pré" porque ainda não recebemos a resposta do convênio, mas tenho certeza que dará tudo certo, pagamos um bom convênio e, quando operei da vesícula, não houve problema algum...

Estou super animada! Tô tranquila e com a certeza de que vai dar tudo muuuuito certo! Já passei por uma cirurgia antes, então já tenho uma idéia de como serão as coisas... Da primeira vez, senti tanto medo que me apagaram quando perceberam que eu ia abrir a boca... Mas é que a sensação de impontência é muito grande, aquele monte de aparelhos, você lá, peladona, uma monte de gente em volta... Horrível! Agora já vou mais preparada...

Isso serviu pra me animar um pouco, mas essa semana foi bem estressante. Eu trabalho em uma creche municipal que atende crianças entre 0 e 3 anos. Sob minha responsabilidade ficam 11 crianças com idades entre 1 e 2 anos... Adoro o que faço e procuro fazer sempre da melhor forma possível, mas esta semana tive a constatação que, as vezes, se entregar, se envolver demais só machuca a gente...

Tenho uma aluninha de 2 anos, a Aninha... Uma criança extremamente doce, mas um tanto quieta e tímida para uma criança dessa idade... Essa florzinha tem uma mãe um tanto irresponsável... Se vcs vissem a situação em que essa criança chega na escola... é de dar dó. Ela esta sempre fedendo... e não é exagero meu, não. Essa menininha fede urina, cigarro, suor, um horror. Sua mochila fede mais do que ela, então imagina a situação das roupas da menina. Como eles passam período integral na creche, tomam banho lá. Não temos nem vontade de por roupa na menina, porque temos tanto trabalho pra limpá-la, que por roupas fedendo nela é demais...

Há um tempo atrás a menina apareceu cheia, lotada de piolhos. Gente, toda criança pega piolho. Nós pegamos piolho se não tomarmos cuidado, pois estamos em contato direto com eles. O piolho não é o problema. O problema é não cuidar... e a mãe não cuidava. Por diversas vezes tive que conversar com ela, pedir que continuasse na limpeza da cabeça da Aninha. E ela sempre me respondeu com desdem incrível, como se aquilo não fosse problema dela, chegou até a me dizer que caia sozinho.

Há aproximadamente 3 semanas atrás, a Aninha começou a expelir vermes durante a evacuação... Eram vermes enormes, que saiam vivos, uma coisa horrível de se ver. Chamamos a mãe, explicamos o que estava acontecendo, pedimos que buscasse auxilio médico... e nada. Eu tinha pavor de que essa menina dormisse e acontecesse algo, porque sei de casos de crianças que engasgaram com vermes que saíram pela boca, e, como gota d'água, um dia a professora da manhã deu banho nela e na hora de pegar a bolsa na mochila dela, encontrou uma bermudinha cheia de coco... enfim... chamamos a mãe inúmeras vezes, conversamos, orientamos, pedimos, praticamente imploramos uma ação da parte dela, mas

vendo o descaso da mãe, tivemos a certeza de que essa menina corria um risco. E dos grandes.

Eu trabalho no periodo da tarde, e a professora da manhã, tão indignada quanto eu, resolveu pedir ajuda ao Conselho Tutelar da cidade. O Conselho Tutelar acionou a Secretaria de Educação, a qual a professora da manhã já havia procurado e não havia obtido nenhuma ajuda... Chegou então na escola uma representante da secretaria da educação, que foi na casa da Aninha.
Veio dizendo que eles viviam em condição de miséria extrema, num barraco, sem água encanada, sem rede de esgoto, que fazem suas necessidades no quintal, a mãe usa trapos na criança porque não tem dinheiro pra fralda... Disse que estavámos descriminando a mãe e a criança, que não deveríamos ter procurado o conselho tutelar, que precisávamos ver o lado da mãe....

Vou contar pra vcs o lado da mãe. É uma mulher de 24 anos, que tem 4 filhos, que não trabalha porque o marido não deixa, mas que esta sempre de batom, lápis e rímel, cigarro na boca, mas que não tem dinheiro pra comprar fralda????????
Essa mulher não perde a oportunidade de nos oferecer a criança. Sim! Ela sempre fala: "Leva a Aninha pra você, professora..."!!!!!!!! Eu tenho vontade de dar um murro na cara dela. Ontem mesmo teve reunião e eu estava explicando sobre um projeto que estamos desenvolvendo. A cada dia um aluno vai levar um boneco pra casa e passar o dia com esse boneco. Ela disse, no meio de todo mundo: "Eu levo o boneco e a senhora leva a Aninha, a gente troca."

Vocês acham que eu tenho dó de uma fdp dessas???? Eu tenho dó da criança, que parece um bichinho, tem o corpinho todo manchado por causa dessas verminoses, tem um olhar perdido, vazio, que olha toda desconfiada quando ouve vc dizer que ela é linda, que está cheirosa... Eu rezo todo santo dia pela segurança dessa criança e porque ela tem uma mãe que eu nem sei se merecia esse título.

Ela é pobre? É!! Mas desde quando pobreza é sinônimo de imundície, de maus tratos??? Eu tenho aluna que a mãe vai buscar comida da creche, porque senão não tem o que comer em casa. E a meninha é tratada como uma princesa, com todo amor, carinho e respeito. Pra mim, nada justifica o comportamento desse ser. NADA!

E a posição da Secretaria de Educação então... Ao invés de nos apoiar, trataram a mãe como uma coitada e agora ela tá se sentindo a rainha da cocada preta... A professora da manhã chorou tanto, que ficou com a cara inchada o dia todo.
Agora, estamos fazendo uma carta, nos isentando de qualaquer coisa que possa vir a acontecer com a menina e deixando claro que fizemos tudo o que estava ao nosso alcance... Esse anjinho está nas mãos de Deus agora...

É isso que o governo faz: oferece bolsa escola, viva leite, auxilio gás... mas se isenta de responsabilidade, de por a mão na massa... e ainda impede a gente de agir!

Isso me deixou muito chateada! Eu percebi que não é todo mundo que se envolve com o que faz, apenas empurra com a barriga, esperando o dia 30 chegar pra pegar a "recompensa" do fardo que é o trabalho que desempenha. Gente! Essa menina corre risco e ouvimos da representante da secretaria da educação que a mãe precisa de ajuda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! A ajuda que a mãe quer é dar a menina!!!!!!!!! Ela é uma safada, que vive às custas dos outros, e que só põe filho no mundo!!!

Será que um inocente sempre vai pagar??? Será que só vão perceber a gravidade da situação no dia que essa menina morrer??? Ela está fraca, sem ânimo, sem viço... É revoltante!!!
Como disse minha amiga, essa mãe não pode nem ser chamada de vaca, porque vaca é um animal muito útil...

Estou muito revoltada, chateada, me sentindo inútil....

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

27 anos e a Saga da Sardinha...



Eita bolão, hein??? No sábado, comemoramos meu niver, que tinha sido na quarta-feira... Se eu comi do bolo?? Até agora não... Se eu comi dos salgados?? Até agora não... Se eu comi o delicioso bolo salgado com recheio de patê de frango que minha mãe faz?? Até agora não... Porque? Por que a saga da sardinha não teve fim!

No sábado, ainda acordei bem enjoada e me sentindo fraca... Tinha a casa toda pra arrumar pra festa, maridão foi trabalhar e despachei as cachorras para o pet shop, pra tomar banho... Assim, teria tempo e sossego pra fazer tudo, desde ajeitar a casa até lavar o banheiro. Mas com o mal estar que eu estava sentindo, a cada cômodo que eu arrumava, passava uma hora no sofá, tomando água-de-coco... Quando minhas cachorras chegaram, lindas, perfumadas, escovadas e de laçarote na cabeça, eu ainda tava parecendo uma bruxa, nem banho tinha tomado! Perdi mais tempo ainda tentando tirar foto delas, que destestam por conta do flash, correm que nem loucas quando eu me aproximo com a maquina na mão.... Enfim, marido chegou, eu tomei banho, arrumei meu cabelo (eu propria....) e o povo foi chegando. Ninguém de diferente, só familia e uns 2 casais de amigos... Mas sabe quando vc quer que abra um buraco no chão e te sugue pra um universo paralelo? Eu tava assim... Eu e a sardinha, porque ela me acompanhou o tempo todo...

Eu sinto gosto de sardinha na minha boca desde quinta!!! Aquilo era uma torta ou uma maldição???? No domingo acordei pior ainda, fui almoçar com a minha vó, porque meu marido trabalhou esse fim de semana todinho... Não fiquei nem pra sobremesa! Tive que vir embora correndo porque achei que fosse vomitar na mesa! Dormi a tarde toda. Sonhei com a sardinha!!!! Sim, sonhei que um cardume de sardinha, igualzinho do desenho do Nemo estava me cercando!!!! Meu marido chegou e quis me levar ao médico, mas se alguém me receitasse soro e dramim eu mandaria enfiar no rabicó, pra ser educada e fina.

Preferi ficar em casa e tomei outro banho, voltei a dormir e hoje acordei melhorzinha, fui trabalhar numa boa, dei uma passada no shopping, já que a folga do meu marido é hoje... Mas não pensem vcs que a sardinha se foi. A infeliz esta aqui. Não sinto vontade de comer absolutamente nada, só quero água-de-coco e biscoito de polvilho. Toda hora sobe aquele gostinho de sardinha na minha boca...

Maldita sardinha! Isso foi macumba!

sábado, 18 de agosto de 2007

A Semana...

Essa semana eu estava bem feliz!!! Na quarta foi meu aniversário (27 anos... Ui!!!) e na quinta eu ia pegar a liberação com a psicológa... A última liberação que eu preciso pra poder operar...
Até que deu tudo certo, não fosse o fato de eu ter comido uma torta de sardinha que foi servida de lanche na escola onde trabalho. Sabe quando vc termina de comer algo e pensa: "Porque eu fui comer isso?". Na hora eu já percebi que não havia caído bem... Vim o caminho inteiro "conversando" com a torta... Quando cheguei em casa, não deu outra: comecei a vomitar... E assim foi a noite toda... Na manhã da sexta não aguentando mais e nem tendo mais o que vomitar fui ao hospital e fiquei de castigo, tomando um sorinho...
A médica pediu um monte de exames, que foram feitos na hora. Achei bom, porque sempre morro de medo que meu pâncreas volte a inflamar... Até exame de gravidez ela pediu... Já pensou, com tudo pronto pra operar eu descubro que tô grávida?? Era só o que faltava! Mas foi só uma indigestão mesmo. Das bravas... Agora tô bem, ainda enjoada, com gosto ruim na boca, mas já está passando... Aliás, tem que passar, porque hoje meu marido armou uma festinha aqui em casa pra comemorar meu niver... Com a cara verde que eu tô não dá!

No dia 22 eu vou ao médico marcar a cirurgia... Ai que ansiedade!!!!

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

8 meses...



...de casada!!! E parece que foi ontem!! Ainda lembro de toda a emoção, de ter um dia inteiro pra ser paparicada, ficar se produzindo, usar aquele vestido imenso, chegar na igreja, entrar e ver todo mundo te olhando com aquela expressão de "ohhhhhh"!!! Me senti um arraso!!! Foi uma sensação sublime, me senti como se o mundo estivesse parando pra me ver passar... Acredito que vou me sentir poderosa assim quando tiver um bebê dentro de mim... Enquanto ele não vem, vou curtindo as lembranças do casamento, que ainda estão bem fresquinhas dentro de mim...

E agradecer ao meu mozão, que é o melhor marido da face da terra (pra mim, lógico!). Amor, amo muuuito você! Pra mim, é uma honra dormir e acordar todos os dias com esse cara honesto, fiel, trabalhador e íntegro que você é! Amo, amo, amo!!!!




Essa casinha ao fundo não favoreceu muito, mas com um casal desses, que vai prestar atenção no detalhe?? rsrsrs**
Hoje a tarde tenho consulta com a psicóloga e a nutricionista, que também precisam me dar liberação pra a cirurgia... Espero que a psicóloga não perceba que eu sou louca e me barre!!! Hahahahaha!!!
Minha mãe vai comigo, então vamos à pé, porque andar de carro com minha mãe é uma tortura... Ela fica narrando cada passo que eu devo dar, manda eu frear toda hora, fica tão tensa e fala tanto, que dá vontade de parar o carro e falar pra ela: DESCE! Mas, sabem com é, é mãe né.... Para chegar onde trabalho, eu pego uma rodovia super movimentada e perigosa, que dá acesso ao Porto de Santos, então passa cada caminhão do meu lado que meu carro até treme... Já cansei de explicar isso pra ela, sempre digo: "Mãe, eu pego a Tibiriçá (nome da rodovia) todo dia, eu não vou matar você no centro da cidade..."
Então, para evitar a fadiga, vamos à pé... Olhando as lojas... Reparando no povo...
Outro ponto que adoro discutir com minha mãe é sobre minha cirurgia... Ela não concorda. Ela não quer. Ainda bem que eu sou "de maior"...
Já tentei explicar pra ela que obesidade é uma doença, não é uma escolha... Eu não escolhi estar com obesidade mórbida. Claro que, se tivesse tomado uma atitude há alguns anos atrás, certamente não estaria passando por isso hoje, mas... Já era.
Em casa, a alimentação foi sempre muito desregrada e nós todos temos tendência a obesidade (tirando meu irmão do meio que é magro, alto e loiro... se não tivesse visto minha mãe de barrigão, teria sérias dúvidas sobre a origem daquela criatura...). Minha mãe faz regime desde que me entendo por gente, já tomou remédio que fez com que ela visse a dona aranha subindo pela parede... Meu pai sempre foi grandão, agora está gordão e eu tenho conversado com ele sobre a cirurgia, pois quando tiver um neto, não vai ter pique nem pra andar com a criança pelo quarteirão... Meu irmão caçula vai pelo mesmo caminho...
Não é uma questão estética, juro! Se você assim, não teria namorado o tanto que namorei, não teria sido sempre uma pessoas extrovertida e faladeira, nunca fui insegura sobre a minha imagem... Para mim, é uma questão de saúde! Se eu engravidar agora, com o peso que estou, tenho certeza que terei problemas durante a gestação... Eu quero ter uma gravidez tranquila, quero que meu filho tenho uma mãe disposta, saudável... Eu trabalho com crianças e no fim do dia estou fisicamente esgotada, dói tudo, tenho tido dores terríveis nas costas e no joelho e sei qual é a causa: excesso de peso!
Sei que remédio não é o melhor caminho pra mim: mexe muito com o nosso emocional, e a minha profissão não me permite mudanças bruscas de humor... Imagine eu surtando com 10 crianças de faixa etaria entre 1 e 2 anos sobre minha responsabilidade! Sei que, se eu começar a tomar remédio, vou ter que tomar a vida toda, pois os casos que eu conheço são assim: a pessoa emagrece 10 quilos, para de tomar e engorda 20, emagrece os 20, para de tomar e engorda 30... Definitivamente não dá!
Sei dos riscos, é uma cirurgia de grande porte, sei que a recuperação não é das mais fáceis, sei dos cuidados que terei que ter pro resto da vida, sei que se a cabeça não estiver bem resolvida, de nada adianta a cirurgia... Sei de casos de pessoas que voltam a engordar... Mesmo assim, estou decididíssima... Não vejo a hora de operar!!!
Não estou encarando a cirurgia como um fim, mas como um meio. O meio de alcançar um objetivo... posso encarar como um remédio, mas de efeito permanente, sem contar que é uma limitação física.
Pegando as duas liberações de hoje, já volto no meu médico na próxima semana... Aí acho que ele já marca a danada.
E é isso!

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Consegui!

Enfim, peguei a bendita de liberação do endocrinologista para a cirurgia...

Na verdade, para conseguir essa liberação tive que trocar de endocrino... O médico que vai realizar a minha cirurgia tinha recomendado uma endocrinologista da equipe dele, a médica-cara-de-cú que eu citei em posts abaixo... Pois bem, a bonita resolveu encrencar com o fato de que eu nunca tomei remédio pra emagrecer, só fiz regime de "boca". Queria ver todos os meus exames... E olha que não são poucos... E me deu uma autorização pra encaixe.

Então, quarta-feira (ela só atende às quartas) tirei meu marido cedinho da cama e fomos ao hospital... Quando ela chegou pisando duro, às 9h15 da manhã, eu já estava lá hà quase duas horas... Grosseira como sempre, não cumprimentou ninguém e se enfiou em sua salinha. Quarenta minutos se passaram e ela sai de lá de dentro com a sua característica cara de bunda e dá uma discutida com a recepcionista. Assim que ela entra na sala, a recepcionista em chama ao balcão e me diz que a bonita não vai poder me atender, está com a agenda cheia e se ela me atender, vai sair do consultório mais tarde que de costume... Uau!!

Contei até três, lembrei dos ensinamentos de Jesus, Buda, Alan Kardec, Cabloco 7 laranjeiras e resolvi ser uma mocinha educada e tolerante, já que a pobre recepcionista não tinha culpa e já tinha levado seu esporro matinal...

Pegamos o bolota (todas as minhas coisas tem nome, com o carro não seria diferente... dou nome até para os brinquedinhos das cachorras...) e fomos até a clinica do médico que vai me operar... Aí sim! Mandei todos os ensinamentos de educação pra casa daquele ser que termina com "alho" e pedi pra falar com o "homi", assim mesmo, sem hora marcada, sem dor, sem aviso eminente de morte, cheguei pra secretária e falei: "O Dr. Fulano tá ai? Que bom, preciso falar com ele. Agora!".
A bicha nem ousou em perguntar o assunto... Fui recebida em minutos....

Claro que não soltei os cachorros no médico... Expliquei o fato, disse que a "talzinha" era muuuito mal educada, grosseira, não queria me atender e estava empatando a realização da minha cirurgia, que já era pra ter sido liberada há, pelo menos, um mês atrás...
Dr. nem entrou em maiores detalhes... Pegou sua agendinha, seu celularzinho (fiquei decepcionada com o celular dele, feio!) e me passou o telefone de outro endocrino... Disse que ia tentar falar com ele, e era pra eu tentar também...

Fui trabalhar e logo meu marido ligou dizendo que, quando conseguiu falar com a secretária do outro médico eles já haviam sido avisados pelo meu médico e era só eu passar lá pra pegar a liberação... Pronto!

Agora, com esse bendito papel, eu posso ir na psicológa e na nutricionista, pegar a liberação com elas e marcar a cirurgia...

Diz aí, porque tem gente que adora complicar a vida dos outros????

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Medo???

Passei um perrengue por esses dias...
Comprei um carro, o sonho de tooooooda uma vida, a promessa de mulher bem sucedida-independente-moderna que dirige, o sonho dourado de que eu não subiria mais o maldito morro que subo para chegar na escola onde trabalho suando em bicas... Enfim...

Me deu um puta medo de dirigir!!! Dá pra crer??? Eu sou habilitada desde 2001!!! Alguém sabe o que deu em mim???

Nem eu sei... Saia, numa boa e, algumas quadras depois, tinha que parar. Começava ver os outros carros em volta e ia me dando um pânico horrendo, medo de morrer, estragar o carro, machucar alguém, deixar o carro morrer e pagar mico... Abria a boca a chorar e passava o volante pro maridex... Aí chorava o caminho todo de raiva por não estar dirigindo meu próprio carro... Cheguei diversas vezes na escola com a cara inchada de chorar o caminho todo...

Meu marido é um santo homem (amém!). Me acalmava, conversava comigo, tentava me mostrar que eu não estava fazendo nada de errado, que eu era uma boa motorista... Mas nada me convencia! Em meu pensamento só vinham desastres automobilístico...

Mas pra tudo tem limite... Um dia, tentando voltar do shopping (havia chegado até lá com o marido dirigingo), depois de ter tirado o carro de uma vaga apertadíssima, ter passado a cancela do estacionamento, ter enfiado o cartão do estacionamento naquelas maquininhas, eu andei duas quadras e parei. Parei e comecei a chorar, tremer feito uma louca. E, o dia tão esperado chegou... Depois de 2 anos e meio juntos, vi o meu marido perder sua grande, enorme e abastada paciência comigo... Até elevar sua voz, ele elevou... E me disse que ia contar até três, se eu não continuasse, ia descer do carro e ia embora à pé... Era noite, tava escuro, a rua estava vazia e eu não tive outra escolha... Dirigi até em casa.

Lembrando agora, foi uma das cenas mais cômicas que eu já devo ter protagonizado na minha vida... Pense em alguém dirigir chorando e soluçando... Trocando marchas chorando, dando seta chorando, manobrando pra estacionar chorando, sair do carro chorando e soluçando e chegando em casa com cara de quem tinha apanhado na rua. Foi muuuuuito engraçado!!

No dia seguinte fui trabalhar de carro sozinha... Sim! Eu posso dirigir!

E meu marido pediu milhões de desculpas, mas achou que era a única maneira de curar minha birra era essa... Mas, mesmo estando certo, já avisei que a próxima vez que falar comigo daquele jeito vai escovar os dentes na nuca...

Agora, tô me achando a motorista... Vai entender a cabeça de uma mulher...

quinta-feira, 26 de julho de 2007

Minhas filhas...



Eu tenho duas filhas lindas!!!! A Jasmim e a Jade!!!!




A Jasmim é a mais velha, puxou o pai, pretinha de tudo, é preguiçosa, comilona ao extremo, dorminhoca, dengosa, adora um cafuné e um colinho...




Jasmim é capaz de passar horas no sofá... Largada. Às vezes, apronta umas boas, como toda criança, leva umas broncas boas. Palmadas, só quando extrapola todos os limites da paciência humana... Daí olha com aqueles olhões pretos, pidões e eu quase morro de remorso...




A Jade puxou a mãe, toda branquinha. E é o oposto da irmã. Agitada, barulhenta, elétrica, quer atenção o tempo todo, quer que brinquemos com ela o tempo inteiro e quando não é atendida, apronta de tudo e quando vem a bronca, se treme toda, parece que tem um terrremoto por dentro...




Como boas irmãs, brigam , disputam atenção, brincam, dormem agarradas, planejam boas traquinagens...




Seriam perfeitas crianças, se não fossem duas... cachorrinhas!!!!




Sim, são minhas filhinhas!!! Jasmim, uma lhasa pretinha, de 7 meses e Jade, uma poodle branquinha, também de 7 meses.




Destróem minha casa, comem meus sapatos, minhas meias, abriram um buraco no meu sofá, um buraco na tela da porta, comeram tapetes, destruiram um brinquedo lindo que comprei pra elas na quarta-feira e fazem minha casa cheirar cachorro molhado nesses dias frios...




E querem saber: Eu AMO elas!!!! Muuuuuuito!!! Demaaaaaaaais!!


Jade!!! Sim, ela dorme assim... Só acordou por causa do flash!!!














Jasmim em um dos seus momentos preferidos... Soneca!!!!!!

quinta-feira, 12 de julho de 2007

Descoberta irritante e descoberta interessante...

Ontem, após ouvir o tão esperado: "financiamento liberado, o carro é seu!", esperei marido chegar e fomos até a concessionária... Eu imaginado que ia vir com meu carro, toda exibida, escuto o vendedor dizer: "Não, senhora. O carro vai estar disponível na quarta-feira...". Como assim???? Eu já fiz o maior alarde na família, eles devem ter comprado saco de confete pra jogar em mim quando eu chegar com o carro, eles devem ter até comprado bolo e são capazes de até cantar parabéns!!!! Como eu chego lá à pé???? Fora os compromisso que eu tenho no final de semana e que eu iria exibir o meu carro... E ele: "Senhora, aqui não é igual nessas lojinhas de carro. Nós mandamos o carro pra revisão disso, daquilo, daquilo outro, vai pra limpeza, precisamos tirar o carro do sistema... blá, blá, blá, blá...". Saí de lá com a maior cara de tacho e agora tudo que faço nessa vida é contar o dias... Saco!

Essa foi a descoberta irritante... mais irritante que isso, só ser chamada de senhora...


Agora a descoberta que, pelo menos pra mim, foi interessante, mas que não deixa de ser irritante também:


Médicos tiram férias!!!! Sim, MÉDICOS TIRAM FÉRIAS!!! Vixe, escrevendo assim, tô vendo que foi uma descoberta beeeeem irritante...


Liguei hoje pro meu endócrino que vai rasgar meu bucho ao meio, ia aproveitar pra dizer que a endocrinologista de ontem não esta muito a fim de liberar a cirurgia e... ele está de férias. Consulta?? Só dia 01/08....


Aí, liguei pra gineco, já que por conta da cirurgia terei que tomar anticoncepcionais injetáveis e... ela também está de férias. Consulta?? Nem sei quando...


Ou seja: entrarei meus 27 anos sofrendo de obesidade mórbida e contribuindo para essa condição, pois vou comer horrores... Ah, vou...


Quero um festão!!!

quarta-feira, 11 de julho de 2007

23 de maio de 2007

No dia 23 de maio de 2007 eu, preocupada com o grande excesso de peso que me acompanha, procurei um médico endocrinologista, em quem eu confio muito porque já tive outros problemas de saúde que foram resolvidos com a ajuda dele, e ele me indicou para a cirurgia de redução de estômago.

Levei um puta susto!! Mesmo vendo o tamanho das minhas roupas e sentindo o quanto minhas antigas calcinhas me apertam, não acreditava estar tão gorda a esse ponto.

Mas eu estava, na verdade, eu estou ainda... Depois de semanas de pesquisas na internet, convencer meus pais, conversar com pessoas que já passaram por esse tipo de procedimento e muuuitas dúvidas sanadas pelo respectivo doutor, decidi: É sim o melhor caminho pra mim. Vou fazer e ponto.

Daí, depois de muuuuuuuuuuitos exames, fui hoje pegar a liberação com a endocrinologista, que me foi indicada pelo médico que vai realizar minha cirurgia. Ficamos (mami e eu) 1 hora e meia esperando para sermos recebidas pela bonita e...

Quando entramos, me deparo com uma moça, magra, antipática e seca. Perguntou no que podia ajudar e eu já pensei: "comece desfazendo essa sua cara de bosta pra mim". Quando eu disse que estava lá a pedido do Dr para pegar uma liberação, ele indagou o porque da cirurgia, se eu já fiz algum tipo de dieta, se eu já tentei tomar remédios (não, nunca tentei e nem quero. Minha mão via bicho na parede... Loucona), ficou com uma cara meio "você deveria tentar outro caminho" que quer me ver lá de volta na proxima quarta com todos os exames que eu fiz pra ela dar uma olhadinha...

Meu, eu não quero tentar outro caminho, eu sei que medicamento não é a minha solução. Eu trabalho com crianças, não posso ficar tomando inibidores de apetite, anti-depressivos, estimulantes de metabolismo e correr o risco de ficar doidona. Isso pra depois de meses de tratamento parar e engordar tudo de novo. Porque eu sei que engordo, e não quero depender de remédio pra ficar magra o resto da minha vida.

Agora, eu pergunto?
*1º Se ela é da equipe do meu médico, se ele já viu todos meus exames e pediu só pra eu passar lá e pegar a liberação, o que essa magrela chatinha quer??? Provar que é a médica-novinha-prestativa??? Saco!!!!

Sei não, mas acho que essa mulher vai querer atrapalhar meus planos... Chata!

Sexta-feira é o cardiologista. Espero que o eletro seja suficiente pra ele...


**********************************
Prá animar:

Eu comprei (no meu nome, com meu proprio dindin) um CARRO!!!!!!!!!!!!!!!! Tô me achando o máximo dos máximos!!

Parabéns pra mim!

segunda-feira, 9 de julho de 2007

Que perigo!!!


Meu marido está precisando cortar o cabelo, mas acho melhor ele passar bem longe desse salão....
Háháháhá...

sexta-feira, 6 de julho de 2007

Férias!!

Férias!!! Muito bom!! São apenas duas semanas, mas são as mais esperadas do ano... Duas semanas sem ter que acordar cedo, correr pra escola, abandonar minhas filhas caninas em casa...

Férias!! Amo muito tudo isso!!

quarta-feira, 4 de julho de 2007

Perdidona...

Ainda ando meio sem saber sobre o que exatamente falar... Na próxima semana estarei de férias e provavelmente terei mais tempo pra pensar em escrever. Logo me submeterei a uma cirurgia, o que tambem renderia um post, vamos ver.

Fiquei suuuuuper feliz em saber que uma "amiga-internética" está grávida! É um bebê muito desejado! Que Deus os abençoe...

quinta-feira, 28 de junho de 2007

O primeiro post a gente nunca esquece...

Putz! O primeiro post...

Sabe aquele cara que vc tá muito a fim? Ele também tá a fim e se aproximou...
Mãos trêmulas, boca seca, suor frio, borboletas no estômago, vertigem...

Aí acontece o primeiro beijo.

E ele vem seguido do inevitável CLIMÃO.
Os sintomas são claros: não se sabe o que dizer, não se sabe o que fazer, onde por as mãos, faço uma piadinha, fico quieta com uma carinha timida, será que ele gostou, será que eu gostei...

Guardadas as devidas proporções, pra mim o primeiro post é quase assim. Não sei bem o quei dizer, não sei bem por onde começar, não sei se vou continuar, será que alguém vai ler, será que vão gostar?

Para mim é sempre um CLIMÃO total.